sexta-feira, 9 de junho de 2017

FORA DE CAMPO NOS BASTIDORES DA COMUNICAÇÃO GLOBO VERSUS CBF EMPATAM E NO JOGO ARGENTINA VENCE AMISTOSO QUEBRANDO A INVENCIBILIDADE DA SELEÇÃO BRASILEIRA

Seleção Brasileira perdeu pelo menos 3 gols feitos e isso custou a invencibilidade de Tite porém a derrota em amistoso pode servir de lição: a disputa nos bastidores pela transmissão do jogo é o que mais aqueceu esta partida disputada na gelada Austrália e pelo fuso horário 7 da manhã no Brasil que acordou triste nesta 6ª feira mas pelo menos já nos classificamos prá Copa do Mundo da Rússia e a Argentina, ainda não, além do mais foi uma vitória para as novas mídias da Internet
 

Impedido Mercado fez Argentina 1 X 0 Brasil amistoso em Melbourne

Impedida de transmitir a Globo sofreu com sucesso da transmissão pelos celulares
 
Disputa dentro de campo 
Em termos de futebol, mesmo que seja um amistoso e disputado em campo neutro (em Melbourne, na Austrália), este jogo é sempre um clássico do futebol mundial, duas das melhores seleções de futebol do planeta. A Argentina sobe aproveitar uma das poucas chances e fez 1 X 0 no finalzinho do 1º tempo, com Mercado, impedido. Vencer o Brasil mesmo pelo placar mínimo e com gol impedido, mesmo assim, é sempre um feito comemorado pelos torcedores e jogadores argentinos, ameaçados por uma má fase do seu selecionado de ficar de fora do próximo mundial na Rússia. Mas um tímido Messi não brilhou como costuma fazer atuando no Barcelona, nossa seleção não teve Neymar, Marcelo, Daniel Alves, Marquinhos e Miranda, entre outros, mas pelo que jogou no 2º tempo o Brasil teve momentos de bom futebol. O problemas foram os gols perdidos cara à cara e os lances mal resolvidos lá na frente, onde Gabriel foi mal, Felipe Coutinho e Willian bem, porém, a bola não entrou. Uma falta sofrida por Fagner indo ao ataque quase gerou o gol de empate. O jogo foi disputado intensamente, com a Argentina de Sampaoli, tal qual aconteceu quando Tite assumiu o Brasil, mudou radicalmente na forma de jogar na comparação com o que vinha acontecendo na campanha medíocre nas Eliminatórias da América do Sul. Além de Di Maria, Dybala também foi importante para los hermanos e, em um chute da entrada da área, quase abriu o placar, mas foi Mercado que achou um golzinho chorado, no rebote. com Tiago Silva perdido no lance e o defensor argentino impedido. Os ajustes no vestiário feitos pelo até então invicto na Seleção, Tite, deixaram o Brasil muito mais ligado no jogo e nossos rivais ficaram praticamente só na defensiva. A Seleção Brasileira foi prá cima, trocou passes e criou chances, Gabriel Jesus chegou a driblar Romero e, com Mercado deslizando, acertou a trave. Um gol cristalino que não se pode perder num clássico, na sequência da jogada, Willian também acertou a trave mais uma vez. A torcida que amanheceu por aqui em nosso país torcendo pela Seleção sentiu saudades de Ronaldo Fenômeno (que não perdia chances como esta) e teve até alguns comentaristas de rádio e de sites da web (mostrando também ao vivo a partida) que chegaram a pedir Fred ou Jô em próximas convocações: "Gabriel é esforçado mas perde muitos gols e jogadas, ainda está verde", comentou por aqui no blog Folha Verde News o nosso editor de conteúdo, Padinha, acompanhado a partida simultaneamente pela TV Brasil e pelos sites Terra e UOL. Esta foi uma das melhores novidades desta manhã infeliz, a valorização e a liberdade da Internet para mostrar a atuação do Brasil, algo que não acontecia quando quaisquer jogos da seleção eram um monopólio exclusivo da Rede Globo. Agora, o monopólio é da CBF, mas felizmente ela deu abertura para os portais da web. Mais de 60% dos torcedores brasileiros acompanharam o jogo pelo celular e esta é uma realidade que cada vez mais se concretizará, em todos os países, por aqui também.
 
 
Perdendo gols Gabriel pode perder espaço na Seleção Brasileira

Ganhando cada vez mais espaço a geração Smartphone e as mídias digitais
 
Disputa fora de campo
A Globo começou a perde a exclusividade de transmitir os jogos da Seleção de futebol no amistoso Brasil 1 X 0 Colômbia, quando a CBF já foi a geradora das imagens. Agora por falta de acordo com a Confederação Brasileira de Futebol não exibiu o clássico amistoso com los Hermanos. O acordo foi fechado com a TV Brasil (EBC), a TV Cultura de São Paulo, emissoras nacionais de rádio e sites de notícias. A Band chegou a negociar também a transmissão, mas preferiu se "manter fiel" à Rede Globo, que foi a sua parceira de muitos anos em eventos esportivos, embora as duas redes estejam com relações cortadas agora. A CBF fechou também com a empresa de telefonia Vivo, que via os sites também, alcançou um sucesso de audiência através de celulares. Para os dirigentes da confederação brasileira, a tendência é considerar cada vez mais o crescimento das novas tecnologias digitais e das mídias sociais na Internet. Na sua nota oficial, a Globo discorda desta posição, afirmando "não é esta a melhor solução para todas as partes". Nos bastidores e no Facebook, muita gente dizendo que "Galvão Bueno e seus companheiros da Globo torceram contra o Brasil" ou "A CBF deu azar na sua 1ª transmissão",  ou ainda "A derrota da seleção prá Argentina salvou a Globo"...De toda forma, a web já mostra com todos os resultados tecnológicos e de comunicação que tem toda condição de transmitir os jogos sejam onde forem disputados, até no outro lado do mundo, como agora em Melbourne na Austrália. Nivaldo Prieto (Fox) fez uma narração correta, os comentários foram de Pelé e do ex-craque Denílson (Band) e apesar de todos estranharem a equipe, tudo foi bem profissional nesta parte. A Rede Globo, ainda em sua nota oficial, afirma que continua considerando estratégico para ela e o Sportv os jogos do selecionado brasileiro, que são uma das maiores paixões do nosso país. A busca por um acordo e a disputa em off CBF versus Rede Globo continuam. 3ª feira tem outro amistoso mas a fórmula deste dia histórico para as novas mídias internáuticas deve se repetir por enquanto. Enfim, o Brasil acordou triste com uma derrota para a Argentina, mas muitos brasileiros e brasileiras felizes por poderem acompanhar por seus celulares ou noteboooks ou tablets um jogo da Seleção histórico, não pela derrota na bola, mas por avançar no país a era do smartphone e a partir de hoje vamos ver como serão os próximos rounds dessa história na mídia e no futebol, a gente só não quer que um monopólio substitua outro e sim que a liberdade de informação avance.
 
 
TV Brasil e mídia Internet sinalizam mais liberdade de informação?
 
 
             www.uol.com.br
             www.folhaverdenews.com
 

9 comentários:

  1. Depois por aqui nesta seção de comentários mais detalhes sobre esta disputa, tanto dentro de campo, Brasil X Argentina, como nos bastidores da comunicação, entre Rede Globo X CBF, disputa também entre TVs e novas mídias da Internet.

    ResponderExcluir
  2. Você pode colocar aqui o seu comentário ou se preferir, envie mensagem para o e-mail da redação do nosso blog que considera este dois debates de importância para a nossa cidadania: envie sua opinião para navepad@netsite.com.br

    ResponderExcluir
  3. Outra opção é você contatar e debate esta pauta com o nosso editor de conteúdo deste blog, enviando seu e-mail para padinhafranca603@gmail.com

    ResponderExcluir
  4. "Curti este enfoque Globo X CBF, Brasil X Argentina, web X TV, isso creio enriquece as discussões que temos que ter no Brasil e não só sobre futebol ou mídia mas sobre toda nossa realidade": comentário de Jarbas Monteiro, TI, que é de São Paulo e atua hoje no interior do país.

    ResponderExcluir
  5. "Fiquei feliz com a boa transmissão da TV Brasil da EBC, nós aqui em Brasília precisamos de mais espaço em todas áreas no país": comentário de Estela dos Santos, carioca que trabalha no Distrito Federal no setor de turismo.

    ResponderExcluir
  6. "Engraçado, como pelo menos nestes amistosos da Seleção Brasileira na Austrália, hoje e terça-feira, a Globo perdeu para a CBF, outras TVs e para os celulares a audiência e a sua tradicional exclusividade de transmissão, a cobertura no Globo Esporte foi de menos de 1 minuto, apenas dando um resumo do jogo": comentário de Fabrício Batistas, de Campinas (SP), que é telespectador mas também valoriza as novas mídias digitais, ele que é formado em Tecnologia na UNESP.

    ResponderExcluir
  7. "Sem a Globo o Brasil terá azar? Não acredito nisso e sim que é realmente necessário a controlar o monopólio da informação, também nos esportes e no futebol mais ainda, que é a maior paixão da nossa população": comentário de Leonor Chaves, do Rio de Janeiro e da UFRJ.

    ResponderExcluir
  8. "60% das pessoas que, sem a Globo, acompanharam o jogo da Seleção na Austrália, fizeram isso usando seus celulares como TV, é algo histórico esta mudança de mídia": comentário de Lúcia Alves Jorge, de São José dos Campos, engenheira eletrônica.

    ResponderExcluir
  9. "Curto este blog direto e porisso, tomo a liberdade de lhes encaminhar esta notícia que captei agora no site MSM: O amistoso Brasil x Argentina foi histórico na mídia brasileira nesta sexta-feira. Pela primeira vez, um jogo da seleção verde e amarela foi transmitida via Facebook, pela CBF TV. E os resultados foram bastante positivos, segundo números que podem ser vistos na fanpage oficial da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) na rede social. O Superclássico das Américas teve 2,3 milhões de visualizações ao todo, em quase três horas de transmissão, com quase 200 mil acessos simultâneos. Na interação, mais de 194 mil "reações" foram somadas à publicação que continha o vídeo da partida, que contou com narração de Nivaldo Prieto e comentários do rei do futebol Pelé, exjogador Denilson e do ex-árbitro Rodrigo Cintra": comentário de Esdras Corrêa, de São Paulo, executivo de empresa de Informática.

    ResponderExcluir

Translation

translation