sábado, 30 de setembro de 2017

ACESSO À BANDA LARGA DE INTERNET FIXA AINDA É DEFICIENTE NO BRASIL A DANO DUM AVANÇO DA NOSSA POPULAÇÃO ATRAVÉS DA INFORMAÇÃO E LAZER CONTEMPORÂNEO


Internet fixa registra 19.485 novos clientes em agosto mas apesar do aumento de assinantes nosso país ainda está devendo em acesso à web e em avanço digital

 

Limitar acesso à banda larga é censura de informação





Apesar do aumento na base de assinantes, os dados mostram ainda que o acesso à banda larga fixa ainda está distante para a maioria da população brasileira, é o que nos informa o repórter Luciano Nascimento, da Agência Brasil, que faz neste fim de semana um matéria bem ampla dentro desta pauta de muita importância, uma vez que vivemos em plena era digital: dados de pesquisa elaborada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) mostram que, no Brasil, pouco mais da metade dos brasileiros têm acesso à banda larga. A velocidade média é de 6,8 Mbps (megabits por segundo), abaixo da média mundial, que é de 7,2 Mbps. Números do Ministério da Ciência Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) mostram que 60% das residências brasileiras não têm internet com mais de 30 Mbps. Com mais de 10 Mbps, suficiente para assistir a vídeos, somente 45% das casas brasileiras contam com esse serviço de informação e também de lazer cultural. 


Receita amplia uso da internet para tornar mais rápido o atendimento dos contribuintes
Internet ainda indisponível para maioria da população brasileira, a dano do próprio país



A realidade em mutação também na mídia...


Outros detalhes desta situação -  O serviço de Internet banda larga fixa registrou nos últimos 12 meses um aumento de 5,51%, o que representa 1.461.075 usuários. Em agosto, houve um aumento de 19.485 usuários, 0,07% quando comparado ao mês de julho. Os dados foram divulgados hoje (29) pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Em termos de classificação por região, nos estados, nos últimos 12 meses, os maiores aumentos foram registrados no Rio Grande do Norte, com 51.200 novos clientes, um aumento de 19,08% ; em seguida vem o Amapá, com 7.968 novos usuários, um incremento de 15%, e o Ceará, com um aumento de 14,34%, somando 86.581 novos clientes. Dentro destes números, em comparação com agosto do ano passado, a Claro Brasil apresentou aumento de 345.627 (4,13%) na sua base de assinantes. A operadora também lidera na comparação de agosto com julho, foram mais 68.934 assinantes (0,80%). Em seguida aparece a Vivo, que registrou, nos últimos 12 meses, um aumento de 1,92%, com 143.346 novos clientes, e a TIM com mais 68.836 usuários (21,54%). Na comparação de agosto com julho, a Vivo apresentou um aumento de 0,26%, com 19.707 novos clientes, e a TIM, de 2,61%, com 9.894 novos clientes.

Internet fixa amplia potencial do celular tipo smartphone

Juventude brasileira pode avançar mais rápido com banda larga


Oi na contramão disso -  A Oi apresentou um recuo de 0,17% nos últimos 12 meses, com sua base de assinantes passando de 6.396.934 para 6.386.326. O mesmo cenário se repete na comparação entre agosto e julho, quando houve uma diminuição de 0,7% no número de clientes, o que representa menos 45.176. Esta empresa, que está entre as maiores prestadoras de serviços de telefonia fixa e móvel, banda larga, TV por assinatura e uma das maiores provedoras de infraestrutura do setor de telecomunicações, passa por um processo de recuperação judicial. A tele acumula dívidas de R$ 65,4 bilhões em bônus, dívidas bancárias e responsabilidades operacionais, aliás, uma situação que hoje em dia é comum a vários setores de atividade no país, nunca porém se espera crise nas teles em pleno processo de expansão da era digital em todo o planeta. Também entre as webs algo está equivocado em termos de gestão no Brasil. 



As teles e a banda larga enfrentam no país um desafio extra...



(Confira na seção de comentários do nosso blog de ecologia e de cidadania mais alguns detalhes destas informações e também mensagens e opiniões, participe deste debate)

...a cultura da gambiarra (e pouco avanço técnico)



Fontes: Agência Brasil - IPEA - Anatel 
             www.folhaverdenews.com

8 comentários:

  1. Duas reflexões rápidas a partir dos dados destas informações de hoje em nosso blog: o Brasil ainda não entrou de vez na era digital e realmente, limitar (por uma ou outra razão) o acesso de toda população à banda larga da Internet fixa é mesmo atualmente uma forma de censura à informação.

    ResponderExcluir
  2. Na quinta-feira (28), a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) decidiu adiar a reunião marcada para analisar a abertura de processo para cassar as concessões e autorizações da Oi para operar os serviços de telefonia fixa, celular, banda larga e TV por assinatura. A decisão da agência reguladora foi comunicada por meio de nota e ocorre após a Justiça autorizar o adiamento da assembleia geral de credores, que avaliará o plano de recuperação da empresa. A Justiça acatou o pedido da Oi e postergou para o dia 23 de outubro a assembleia, inicialmente marcada para o dia 9: informação também da Agência Brasil.



    ResponderExcluir
  3. "Apesar do aumento na base de assinantes, os dados mostram ainda que o acesso à banda larga fixa ainda está distante para a maioria da população. Dados de pesquisa elaborada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) estão revelando que, no país, pouco mais da metade dos brasileiros têm acesso à banda larga, isso é um atraso cultural, para dizer pouco": comentário de Jaime dos Santos Smith, Tecnologia de Informação, que atua em São Paulo.

    ResponderExcluir
  4. Logo mais, aqui nesta seção de comentários do nosso blog do movimento ecológico, científico e de cidadania, mais informação dentro desta pauta superatual. Aguarde nossa edição, venha conferir e participe do debate.

    ResponderExcluir
  5. Você pode por aqui direto a sua mensagem ou então, se preferir ou precisar, envie seu e-mail para a redação do nosso blog navepad@netsite.com.br

    ResponderExcluir
  6. Você pode também enviar seu comentário ou a sua informação, bem como material como vídeo ou fotos direto pro nosso editor de conteúdo deste blog, envie para padinhafranca603@gmail.com

    ResponderExcluir
  7. "Hoje se trata duma questão educacional e cultural, ninguém deve ser privado de banda larga e da melhor estrutura de informação digital, é também um direito de cidadania": comentário de Fernanda Ferreira, de Santos (SP), educadora ambiental.

    ResponderExcluir
  8. "A questão da tecnologia está bem resolvida mas o problema é que os políticos são na realidade, também a dano da Internet banda larga e toda cultura digital, uma espécie de gambiarra": comentário de José Luiz Pereira Mendes, do Rio de Janeiro, exportador.

    ResponderExcluir

Translation

translation