sábado, 2 de setembro de 2017

EQUIPE DO BLOG FOLHA VERDE NEWS VIVENCIA COM GAROTADA DO SESI SESSÃO DE ALERTA PARA A SECA E ATENÇÃO PARA A ECOLOGIA DA VIDA

Durante cerca de duas horas em dois tempos e com crianças entre 7 e 12 anos se debateu a urgência da Ecologia na violência da atualidade e também a necessidade de se evitar que grandes áreas do país continuem secando por conta da falta de chuvas e também duma gestão governamental sustentável nas áreas do clima e na realidade socioambiental, que inexiste, a dano dos recursos hídricos e naturais não só da região de Franca  no nordeste paulista, divisa com o sudoeste mineiro (Serra da Canastra) mas de praticamente metade do Brasil atualmente virando deserto


                


 
O tema central da palestra do editor de conteúdo do nosso blog ligado ao movimento ecológico, científico e de cidadania, o ecologista Padinha, teve como foco a luta contra a seca e a valorização dos recursos hídricos da nossa natureza, mas também foi feita uma breve história da Ecologia, desde o pioneiro Lao Tsé (6 séculos antes de Cristo) até Gisele  Bündchen hoje em dia, buscando assim mostrar para as crianças e préadolescentes do Sesi Franca todo o universo que abrange esta ciência, que também é comportamento, busca de desenvolvimento sustentável, não violência ou ecologia humana, cultura da vida. Além de dar informações sobre a História da Ecologia, a palestra informal teve momentos de emoção e de debate. acompanhados por professoras desta instituição e por uma equipe de apoio técnico do blog. como do jornalista, fotógrafo e videomaker Cássio Freires, postando ao vivo imagens para mobilizar a garotada para o movimento da ecologia e da cidadania.


A galera do Sesi Franca vivenciou a urgência da ecologia
O ecologista Padinha curtiu e foi curtido pela garotada


"Garotada, aqui entre vocês, alguns serão pesquisadores, médicos, engenheiros, produtores culturais, quem sabe, ecologistas, que poderão ajudar o país e o ser humano a criar o futuro, ameaçado de não existir", comentou o palestrante que para mobilizar os estudantes contou histórias como a de Lao Tsé (pioneiro na China da não violência), Jesus, Francisco de Assis, primeiros cientistas que estudaram a Oikoslogie, as raízes da atual ciência e movimento social (utopia do Século 21), e também em momentos brasileiros, como a criação do Parque Nacional do Xingu (Orlando Villas Boas) ou até da modelo internacional e ecologista  Gisele  Bündchen, a busca da alimentação mais saudável, a magia da natureza através dos índios, a luta do movimento dos estudantes durante o governo ditatorial e a necessidade do plantio em massa de árvores (como indicam a ONU e a OMS - Organização Mundial da Saúde - para se evitar a seca ou o processo de desertificação, bem como os surtos atuais de doenças respiratórias).


O Aquífero Guarani entrou na pauta da palestra

Lao Tsé foi o pioneiro da Não Violência no planeta

Cacique Raoni: luta pelas raízes da cultura ecológica dos índios (magia da natureza)


Momento de reflexão sobre a luta frente a violência da realidade hoje em dia


Gisele  Bündchen integra o movimento da ecologia humana









A garotada e ecologistas em busca duma realidade mais feliz na vida de todos

Ao final, garotos e garotas fizeram perguntas como repórteres crianças e receberam o desafio de tornar a utopia ecológica em realidade, de tornar reais os sonhos de cada um de nós duma vida mais equilibrada e feliz: é fundamental em nível governamental a gestão sustentável do desenvolvimento de verdade (capaz de equilibrar os interesses econômicos que hoje predominam com ecológicos que não tem sido respeitados), bem como, na vida pessoal de cada um e no movimento social e cultural, a gente mudar e avançar a realidade do país e da vida. Ainda houve tempo para a garotada do Sesi Franca brincar com o gestual que está lançado pelo movimento ecológico (cumprimento do homem pássaro e dos passarinhos) que é uma forma de lazer mas que leva ao amor pela nossa natureza e ao respeito pelas outras espécies de vida. Enfim, uma tarde feliz e ecológica, que se repetirá e também se aprofundará com atividades em classe sob orientação das professoras e professores de Ciências, Energia, Educação Física e Ambiental, Geografia em atividades ao longo dos próximos meses. Além disso, os garotos e garotas do Sesi Franca dentro dum programa de prática da Ecologia farão uma ação pública contra a seca e a favor das nossas águas. saindo às ruas para contato com a comunidade, chamando a chuva e semeando a Primavera, algo de urgência na atualidade por aqui e de boa parte do Brasil.

O cumprimento dos passarinhos (gestual do homem pássaro)


A energia pura das crianças faz parte da ecologia urgente na vida de todo mundo
 
Confira em nossa seção de comentários aqui no blog da gente mais algumas informações sobre a evolução da Ecologia e do valor da educação ambiental hoje em dia)

Atalhos para mudar e avançar a realidade socioambiental...


...o roteiro da palestra Folha Verde News para garotada do Sesi Franca


  Fontes: www.google.com.br
             www.folhaverdenews.com

10 comentários:

  1. A história da ecologia chega agora ao seu momento de decisão ou criamos um futuro sustentável ou atingimos um caos ambiental que comprometerá de vez a natureza e toda a vida também da nossa própria espécie: este foi em síntese o conteúdo desta palestra, pauta desta edição aqui no blog da gente.

    ResponderExcluir
  2. Você pode colocar direto aqui a sua mensagem e/ou enviar para o e-mail da redação do nosso blog que a gente posta aqui navepad@netsite.com.br

    ResponderExcluir
  3. Você também se quiser pode contatar o nosso editor de conteúdo pelo e-mail padinhafranca603@gmail.com

    ResponderExcluir
  4. Carlos Alberto Alves Quintino, da Unifai, curtiu esta matéria e nos mandou um texto com dados e com informações sobre o movimento ecológico e sobre o valor da educação ambiental. Confira a seguir alguns trechos do comentário dele.

    ResponderExcluir
  5. "A gente fez um levantamento em especial sobre as décadas de 70/80 que marcaram o início das lutas sociais organizadas em nível planetário na área ambiental. Nesta evolução estão o movimento hippie, a luta dos negros americanos pela cidadania, as lutas das mulheres pela igualdade de direitos com os homens, entre outros marcos. No meio desses acontecimentos, tiveram início os movimentos de defesa da ecologia e do meio ambiente, cujo marco no Ocidente e no Século XX foi a publicação do livro “Primavera Silenciosa” (1962), da americana Raquel Carson. A partir dessa publicação, que repercutiu no mundo inteiro, os militantes dos movimentos ambientalistas e a Organização das Nações Unidas (ONU) realizaram vários eventos internacionais que abordaram a questão da preservação e da educação ambiental. O primeiro evento foi a Conferência das Nações Unidas Sobre Meio Ambiente (1972), conhecida como Conferência de Estocolmo. Com a participação de 113 países, esse evento, que denunciou a devastação da natureza que já ocorria naquele momento, deliberou que o crescimento humano precisaria ser repensado imediatamente": comentário de Carlos Alberto Alves Quintino, da Unifai, São Paulo.

    ResponderExcluir
  6. "Poxa, que legal esse trabalho, a prática da ecologia pode ser a última esperança da gente mudar a realidade que anda violenta e triste d+": comentário de Gilberto Gonçalves, de Campinas (SP), engenheiro florestal.

    ResponderExcluir
  7. "Caramba, interessante debater personagens como Lao Tsé lado a lado com ícones atuais como Gisele Bundechen, debater desenvolvimento sustentável e magia dos índios, muuuito legal": comentário de Lucia Alves veronezzi, do Rio de Janeiro, estudante de Biologia na UFRJ.

    ResponderExcluir
  8. "O Brasil tem que apoiar mais a ciência e a pesquisa e não cortar verbas das universidades federais e do CNPq, os cientistas e os ecologistas é que podem avançar o país": comentário também de Lúcia Alves Veronezzi, estudante da UFRJ.

    ResponderExcluir
  9. "Importante que em vez de discursos, ecologistas procurem dialogar com outros setores em busca de saídas e ainda mais com as crianças e jovens": comentário de José de Souza Ribeiro, empresário e exportador, que atua na Grande SP.

    ResponderExcluir
  10. "O blog precisa continuar a fazer contatos e também com outros setores da população, muito bom isso de dialogar sobre problemas e soluções": comentário de José Carlos Pinheiro, de Salvador, Bahia, técnico de turismo.

    ResponderExcluir

Translation

translation