quinta-feira, 21 de setembro de 2017

ESTE POST FOI ENVIADO PARA JORNALISTAS, JOGADORES, SITES ESPORTIVOS E ATÉ PARA A FIFA: CONFIRA, APOIE OU CRITIQUE COM LIBERDADE (QUESTÃO TAMBÉM DE CIDADANIA)

VIOLÊNCIA FC   -  É triste para futebolistas de verdade verem jornalistas (ou pseudojornalistas) criticarem jogadores da equipe que vem sendo a mais disciplinada do continente em 2017 e não condenarem o clima antijogo e antifutebol criado ontem na Argentina. Mais triste ainda ver que até alguns torcedores corinthianos entraram na pilha do árbitro, de parte da mídia e de antiCorinthians em geral. É mais fácil criticar um ou outro jogador do que esse contexto perverso e antiesportivo da Conmembol, da CBF, de uma parte da mídia interessada nos eventos destas confederações....O clube oficialmente deveria entrar em contato com a FIFA e se posicionar diante disso.  Urgente também alertar a torcida. E remotivar a todos, jogadores, treinador, comissão técnica, torcedores para retomar a melhor fase no Brasileirão já a partir deste domingo. Todos e tudo parecem estar contra o Timão, mas esta equipe tem a seu favor a história de 2017 com bom futebol. Só mesmo pedindo a Deus energia extra para este desafio monstro, fica difícil d+ jogar bola nesse clima de violência e de desrespeito às regras esportivas. (Antônio de Pádua Silva Padinha, editor do blog Folha Verde News)

 
Por que não enxergam a violência e o desrespeito às regras do futebol?

Fontes: www.gazetaesportiva.com
             www.folhaverdenews.com


8 comentários:

  1. "Curioso ver um Verde criticando todos e tudo a favor do Corinthians, mas de repente é isso mesmo, o futebol business está acabando com a arte da bola e não é só aqui na América do Sul": comentário de Juarez Vergueiro, sociólogo pela USP e assessor de RH em empresas de São Paulo (SP).

    ResponderExcluir
  2. Logo mais, estaremos postando aqui mais informações, repercussão, comentários, opiniões sobre este post e em especial sobre o conteúdo destas críticas. Aguarde nossa edição e participe você também.

    ResponderExcluir
  3. Você pode colocar aqui direto o seu comentário ou se preferir ou precisar, envie a sua mensagem para a redação deste blog de cidadania, que também não se omite em temas de futebol navepad@netiste.com.br

    ResponderExcluir
  4. Outra opção para participar é você enviar material como vídeos ou fotos ou a sua mensagem ou opinião direto pro nosso editor padinhafranca603@gmail.com

    ResponderExcluir
  5. "Fui anos atrás jogador profissional em Minas Gerais e me envergonho com a baixaria que vem tomando conta do futebol, importante que pelo menos alguns critiquem, como tem feito também o deputado federal e excraque de bola Romário Sousa": comentário de Pedro Silveira, Xampu, de Belo Horizonte (MG), atualmente, técnico em informática.

    ResponderExcluir
  6. "Acabei de dar uma olhada no Globo Esporte, depois no Sportv, nos debates da ESPN Brasil e da Fox, tirando por base o que ouvi falarem, realmente, poucos se dão conta do antijogo e do clima de violência que tornou mais difícil jogar o time que queria jogar, a arbitragem foi lamentável porque estimulou o antifutebol, olha que eu nem sou corinthiano": comentário de Flávio de Sousa Galvão, de Campos (RJ) que informa ser torcedor do Botafogo carioca e que trabalha como representante comercial.

    ResponderExcluir
  7. "Falei por telefone com um advogado especializado em causas esportivas, que atua no Fórum em São Paulo, ele ouviu o texto deste blog e falou que vocês deveriam enviar essa mensagem para a Ouvidoria das entidades como Federação Paulista de Futebol, CBF, Conmenbol e Fifa": comentário de Ana Helena Mattos, estagiária em escritório de advocacia na capital paulista.

    ResponderExcluir
  8. "A gente lê o desabafo deste texto sobre antifutebol, dá uma olhada na mesma página sobre a atual política furada no Brasil e depois acompanha o vídeo da Monja budista, então, acho que está faltando alma nos esportes, na vida pública, na realidade da gente, independente de filosofia ou de religião, precisa haver um pouco de espiritualidade, de idealismo, de elevação da mente, senão as pessoas cada vez mais viram bichos e só dá BO de agressão": comentário de Hugo Sanches, que explica ser chileno e que trabalho e vive na região de São José dos Campos (SP). Ele tem loja de artigos importados e diz acreditar que "em geral os jogadores e ops times brasileiros são perseguidos e prejudicados na América Latina porque há muita inveja da qualidade dos times e dos jogadores no Brasil hoje".

    ResponderExcluir

Translation

translation